Tradução

English French Spanish

Estatísticas

Resume [+/-]

All visits
Since site start 74 642


Museu do Surf - Búzios
O maior museu do surf do mundo por um dia.

Caro visitante.
Com a ajuda do grande Mário Ferreira dos Santos, vamos filosofar um pouco para poder explicar a situação atual do Museu.

Para os gregos, a vontade dos deuses é que determinava tudo. O fado, o destino e, daí o bem e o mal acontecerem segundo a vontade e o capricho dos deuses, opunha-se frontalmente à concepção cristã que concebia o homem como um ser livre, senhor do seu destino ou, pelo menos, parcialmente dono dele. Para a concepção grega este determinismo não era dado em sentido absoluto,  porque ela admitia que a conjunção de várias causas pudesse produzir efeitos "per accidens", distintos dos que se dão "per se".

 Exemplifiquemos: uma macieira dando maçãs é um efeito per se (pronuncia-se persé) decorrente  natural da própria natureza da macieira. Já, por exemplo, um acontecimento fortuito, um carro que passa pela rua e choca-se com outro sobrevindo, daí, a morte de  algumas pessoas, isto é um acidente que não decorre per se, do carro que anda, mas sim de uma conjunção meramente acidental que, segundo os gregos, sobrevinham na vida humana pelo capricho dos deuses.   Eles chamavam de "o caráter trágico" porque o drama seria a continuidade, a  decorrência, a sucessão de uma seqüência per se.   O homem que bebe e acaba sendo presa do vício, é dramático. O jovem que  morre num desastre é trágico. Trágico porque se deu devido a conjunção acidental de fatores que geraram aquele efeito; enquanto o anterior é decorrência natural de um mau hábito e, do qual, a pessoa não pode se libertar.  Os gregos, freqüentemente, distinguiam o conceito de dramático do de trágico  e tinham uma concepção, consequentemente, trágica da vida, já que todo destino  humano estava dependendo da vontade e do capricho dos deuses.  Para a concepção cristã a vida humana não depende do capricho dos deuses,  mesmo na concepção da graça, seja da graça santificante como de outros tipos de  graça, um dos temas mais debatidos e controversos na teologia cristã, pois elas podem ser consideradas como favores dados ao homem; porém muitas são adquiridas pelo mérito, pelo esforço.   

Tivemos uma graça na transformação de um sonho em um museu e logo a seguir, uma tragédia. 

 

O museu foi inaugurado(20/10/2012), lindo como vocês estão vendo nas fotos mas foi fechado no dia seguinte por estar em meio a uma disputa política em Cabo Frio. Alguns vereadores na câmara municipal, afirmaram que o museu não poderia cobrar entrada (R$ 3,00) por estar em um prédio público. Em contra-partida o museu informou que não teria como arcar com os custos de manutenção e pessoal, sem que houvesse alguma fonte de renda.

O assunto não se resolveu e depois de alguns meses o recém eleito prefeito de Cabo Frio(Alair Corrêa), nomeou um novo diretor para o Museu do Surf. Algo bastante estranho pois o acervo é particular e o proprietário não fora informado. É como se alguém tocasse a campainha de sua casa e quando fosse atendê-lo, o visitante informasse que seria o novo marido de sua esposa, algo assim. O prefeito também afirmou publicamente que Cabo Frio não é uma cidade com ondas e que não possuía uma tradição do surf. Definiu que o espaço seria melhor aproveitado com outro projeto mais abrangente.

Diante do exposto, e com muita dor no coração, todo o acervo foi retirado mas não sem deixar algumas lágrimas naquele solo que por apenas um dia, hospedou o maior museu do surf do mundo. Terminava ali o sonho de uma vida.

Misterioso é o caminho que nosso pai nos traça . Cabe-nos seguir a senda que nos é imposta com o elevado espírito que nos é característico. O projeto nunca foi de um só homem, mas de toda a família brasileira do surf.

 

As coisas não estão acontecendo na velocidade que gostaríamos mas em breve teremos novidades. Muito em breve !

Agradecemos a Deus por tudo e principalmente pelos amigos que sempre estão ao nosso lado. Tudo vale a pena quando acompanhado por vocês.

Aloha! 

 
HOJE É DIA DE INAUGURAÇÃO

Foto Felipe Araújo 

 
O novo museu está quase pronto !
Em fase final de construção, o futuro Museu do Surf já mostra que sonhar acordado é possível !
Clique na imagem abaixo para ver a Galeria de fotos da obra.
 
 
As miniaturas do mestre HEIDER

ALOHA !

 Vou apresentar para vocês um querido e antigo colaborador. Heider, o artista das miniaturas em madeira !

 

Arte na folha de Palmeira encontrada nda rua

A casa do Shaper

 

Todos os incríveis detalhes da casa do Shaper

 

 Incrível....

 

Vejam o tamanho dessa obra

 

O artista !
HEIDER
22 - 9215-6850
22 - 9908-7414
Faz qualquer miniatura em madeira !

 

 
Números do museu

Visitantes:

    Físicos no museu: + 38.000

    Visitantes em exposições por todo o Brasil: 198.245

    Visitantes virtuais no site: + 30.000

    Amigos no Facebook:  + 5000 (limite máximo)

    Amigos no Orkut: + 882

    Twitter: 47